DO PAMPA À FRONTEIRA

Tradição gaúcha, boa comida e paisagens bucólicas é o que encontramos nesta região de campos sem fim e o mais belo por do sol do sul do país! Já era tempo de descobrirmos o turismo pela Região da Campanha Gaúcha e que bela surpresa encontramos! Aceguá, Bagé, Candiota, Caçapava do Sul, Dom Pedrito, Hulha Negra, Lavras do Sul e Pinheiro Machado fazem parte deste território na fronteira com os hermanos uruguaios e argentinos.



Não faz muito que a região começou a produzir vinhos e hoje já é responsável por 15% da produção gaúcha perdendo somente para a região da Serra Gaúcha. As terras próximas a fronteira com a Argentina e o Uruguai, também parte do Bioma Pampa, conferem a região um terroir diferenciado, característica do Paralelo 31, que favorece a produção dos vinhos da Campanha, recentemente contemplados com o selo de Identificação de Procedência (IP) que valida a sua qualidade. Mais recentemente a região tornou-se referencia na produção de azeite de oliva, produzindo azeites de qualidade superior a muitos azeites internacionais.

 




Já temos alguns motivos para conhecer a região não é mesmo? O turismo Enogastronômico está em alta por lá e é possível realizar visitas a vinícolas que oferecem áreas para piqueniques, jantares harmonizados, visitas a produtores de azeite de oliva e até hospedagem nas suas propriedades. Os vinhos e azeites são o acompanhamento perfeito para o tradicional churrasco de Fogo de Chão, típico da gastronomia regional ou para um happy hour no campo.

 

 



Visitar o Pampa é conhecer um pouco da história gaúcha. A região foi palco de batalhas e revoluções que marcaram a história do Rio Grande e que podem ser relembradas pelo patrimônio arquitetônico e estâncias rurais que se transformam em uma volta ao passado. Aliás com agendamento prévio é possível se ter a experiência de um city tour temático, onde os personagens caracterizados com roupas de época, contam as histórias do local, como o episódio do Cerco de Bagé quando chimangos e maragatos lutavam na Revolução Federalista e a Catedral virou o abrigo dos resistentes, por 47 dias.

 

 



Visitar o Pampa é conhecer um pouco da história gaúcha. A região foi palco de batalhas e revoluções que marcaram a história do Rio Grande e que podem ser relembradas pelo patrimônio arquitetônico e estâncias rurais que se transformam em uma volta ao passado. Aliás com agendamento prévio é possível se ter a experiência de um city tour temático, onde os personagens caracterizados com roupas de época, contam as histórias do local, como o episódio do Cerco de Bagé quando chimangos e maragatos lutavam na Revolução Federalista e a Catedral virou o abrigo dos resistentes, por 47 dias.

 

 



  • Passeio de Balão – Já pensou em sobrevoar o Pampa Gaúcho a bordo de um silencioso balão, com a paisagem dos campos sem fim? Isto agora é possível através de uma empresa local que faz sobrevoos em Bagé e Aceguá.

 

  • Por do Sol na vinícola – programe uma degustação de vinhos ao por do sol e tenha a experiencia completa da gastronomia local, vinhos e o mais belo por do sol da região sul.

 

  • Experiencia Campeira – agende uma experiencia campeira em uma típica Estancia. É possível participar da ordenha, fazer um passeio pelos campos, andar a cavalo entre outras atividades. As agencias locais tem varias opções de experiencias deste tipo.

 

  • Fogo de Chão – não deixe de experimentar o tradicional Fogo de Chão, o churrasco campeiro que pode ser reservado em vinícolas da região.

 

  • Degustação de azeite de oliva – faça uma degustação de azeite de oliva em uma das propriedades e aproveite para trazer para casa algumas garrafas para saborear durante o ano.

 

  • Free shop - A proximidade com a fronteira traz também a possibilidade de terminar o passeio com uma visitinha ao free shop, aproveitando para compras de produtos importados nos países vizinhos.

 


O inverno que está chegando é o período em que o Pampa Gaúcho fica ainda mais acolhedor, as lareiras são acesas e o mate e a prosa correm solto ao redor do fogo. Programe-se e aproveite a época para conhecer estes pagos!

 



Aidê Stürmer
Paralelo 30 Viagens e Turismo

 

 

Gostou deste POST?

Conheça os nossos roteiros em pequenos grupos